30 de setembro de 2007

Embora seja tarde


Eu sei, são 23:25h da noite,
E eu começo a escrever
Na esperança de te tocar
(Só para você poder notar)
Quero tanto amar você

Que se eu pudesse
Eu pegava o primeiro vôo
Somente com a roupa do corpo
E te ligava para dizer:
- Me busca no aeroporto!

Chegar na tua casa
Sem querer saber de mais nada
Do que teu corpo e meu desejo
Me perder no doce do teu beijo
Atravessando minutos da madrugada

É um pouco de loucura
Um bom tanto de paixão desvairada,
Mas te quero e amo tanto
Que quase não cabe em meu peito
Um sentimento desse imenso tamanho

Se ler, ao menos me diga
Que não houve outra em sua vida
Que sente um pouco de saudade
E que também morre de vontade
Das coisas que só nós fazemos

- Cáh Morandi -

Curta