31 de agosto de 2007

Por onde irei


Construirei hoje um caminho
Começando em tua mente
Rara vertente do teu pensamento
Seguindo por tua boca,
Por teu coração e tuas veias,
Delicadamente, tuas estranhas,
E tuas coxas até teus pés
Nunca mais me perderei...
Porque em ti estará as direções
Dos ventos e da vida,
E as tempestades e harmonias...
Caminho que fala música!
Teu corpo é permanente poesia!
E assim que despertes...
[...antes que durmas...]
Percorrerei tuas curvas
Tatuando os lugares que passei
Beijando cada parte da paisagem
Do teu percurso, meu destino,
Estrada minha que criei.

- Cáh Morandi -

Nenhum comentário:

Curta