31 de agosto de 2007

No dia que o amor chegou


Um vôo de uma hora, desembarquei com pressa, as malas pesadas demoravam a chegar, naquela tarde de sexta-feira quente fui ansiosa pelo saguão, a porta abriu, outros seguravam placas com nomes, tu apenas sorriu, eu entendi o sinal, e era como se me esperasses ali a vida toda. E o mundo parou. Só existia eu e você na multidão. Foram os passos mais certos que dei. Me aproximei e te beijei antes de qualquer palavra dita... Com tantos anos, foi a primeira vez que me senti viva. No fundo eras a própria vida, que não viveu para me esperar. Eu lembro desse momento em cada detalhe: tua calça jeans, teu boné azul e estavas com as mãos cruzadas para trás segurando a chave do carro. Eu de vestido preto, cabelos soltos e com aquela bolsa preta bordada. E no fundo esses detalhes eram só detalhes para que o amor chegasse...

- Cáh Morandi -

(nota: São Paulo - 02.02.07)

Nenhum comentário:

Curta