16 de agosto de 2007

Espera por mim



Pode até não parecer,
Mas você me despertou
De um sono longo e profundo
Trouxe-me de novo para o mundo
Trazendo o amor em tuas mãos.
Gosto da tua forma,
De como brincas com meu umbigo,
Por me jurar tão infinitos amores
E hoje ter me acordado com flores
Fazendo inesquecível essa manhã.
Queria ser tua,
Alcançar-te meu coração,
Eu peço, espera por mim!
Porque nenhum outro
Me conheceu tanto assim...

(Cáh Morandi)

Nenhum comentário:

Curta