28 de agosto de 2007

...e eu, em paz!



Passei tão desnorteada esses meses,sangrando, chorando por mim, o equilíbrio passo a passo refiz, fui juntando pedaços do peito por aí.Um belo dia, quando se acorda, tudo está bem e estranhamente calmo e você descobre que superou a má fase.Fiquei assim durante 48 horas, me amando, me conhecendo e tudo parecia em harmonia...Mas no terceiro dia o amor reapareceu com seus os cabelos negros que amaciei, a pele morena que me perfumei, olhos negros, profundos, sensíveis.O passado me bateu a porta e eu estava bem!O amor que não esperava REVER chegou...E eu, inteira, estava em paz!

- Cáh Morandi -

Nenhum comentário:

Curta