24 de julho de 2007

Teu Riso II


Eu fico a espera do teu sorriso,
Que nem percebo o quanto te olho,
Eu fico ali imaginando como ele vai se abrir.
Teu riso tem algo de celeste
Que me domina, que brilha,
Que ilumina o sol no céu.


A ansiedade me inunda , me deixa boba
esqueço até de olhar o mundo...
Doce é esperar teu singular sorriso.
Ah! Esse riso pintado de azul carinho.
Tão sapeca que arrepia, inflama,
Fico terna, sei que me amas!


[ M. Lia Maia & Cáh Morandi ]

Nenhum comentário:

Curta