4 de julho de 2007

Escrever de Poetisa



Eu escrevo sem mãos
Sem cabeça, sem pernas,
Sem corpo nenhum.
Eu escrevo
Sem rima, sem gramática,
Sem conotação.

Eu só escrevo com a alma,
Com o invisível coração
Que nela carrego.


( Cáh Morandi )

Um comentário:

marcelo disse...

REALMENTE MINHA POETISA , NAO EXISTE FERRAMENTA PRA VOCE , A NAO SER O DON QUE DEUS TE CONFERIU(DE SENTIR E VER AS COISAS ATRAVES DE SEUS SENTIMENTOS)

Curta