20 de julho de 2007

[C]alma



Trouxeste
o crepúsculo
em teus olhos
in tensos
e terno
momento no tempo

e um cheiro
de mar esia
invadia teus cabelos
negros
finos
deitados no re lento

quanta poesia
caberia
na rima in finita
e la tente
que habita
no templo
de tua [c]alma.


(Cáh Morandi)

Nenhum comentário:

Curta