15 de junho de 2007

Temporal


Se meu amor se perder no meio da chuva
Eu me torno valente tempestade,
Pois se me entristeço e choro
Inundo bem mais do que essas ruas.

Eu vivo cada tempo sem pressa,
O que me interessa é poder viver em paz
E isso só acontece se dentro do meu peito
Não se esmoreça os amores que guardei.

A ventania chega ás vezes pra desfazer meus sonhos
Confundindo meus pensamentos com ilusão,
Mas não me importo se já não tenho segredos
Ou se desvendares o que palpita em meu coração.


( Cáh Morandi )
..

Nenhum comentário:

Curta