11 de junho de 2007

Rabisco I

Serginho me questinou sobre o que é o mundo do poeta... logo para mim que desconheço qualquer coisa de exata ou poética nessa vida... respondi...

Rabisco I

O mundo não é do poeta
Na verdade ele busca o fragmento de cada paisagem
Depois as pinta na mente
E transborda nas palavras.

O poeta cria seu próprio espaço
Colorido e enfeitado por suas mãos
Onde vive suas contidas emoções
E enche os olhos de quem se permite ser tocado.


O poeta é quase vida,
É quase o grito ensurdecedor,
O poeta é quase morte,
E o silêncio mais profundo e devastador.
O poeta é quase...
...Quase Deus de seu próprio mundo.


( Cáh Morandi )

Nenhum comentário:

Curta