22 de junho de 2007

Em tempo



Eu não devia perguntar, mas...
Pensas também naquela tarde?
Não, não diga nada!
Eu sei que pensas...

Eu não devia responder, mas...
Já não penso com tanta vontade.
Não, não direi nada!
Tu sabes da verdade...

Eu não devia nos castigar, mas...
Que sentido tem o amor que não é nosso?
Não, não falaremos de novo!
Nós sabemos da dor que têm as dúvidas...


( Cáh Morandi )

Nenhum comentário:

Curta