15 de maio de 2007

Quase que oração



Eu não queria sentir tanto. Pudera eu ser mais forte, nem que fosse por alguns instantes. Fui feita com olhos sensíveis e com coração aberto demais e que tem a mania costumeira de guardar tudo que sente, e depois ele chora, porque tem dias que ele transborda de tanta coisa que tem. Se eu fosse ao menos mais ativa e em vez de pensar, fizesse tudo que imagino. Eu sofro. Eu vejo sofrer. E permaneço imóvel. Só escrevo, como faço agora. Parece só algumas palavras de poetisa que sente demais, mas bem sei eu que isso é quase que uma oração que entrego aos céus, agradecendo a Deus por essa mania que Ele tem de sempre me salvar.
..
..
Cáh Morandi

Nenhum comentário:

Curta