10 de maio de 2007

Os dias




Penso que não sou só eu, deve haver mais gente que não sabe para onde vai. O mundo é grande e sei que tem tantos lugares, mas há dias como hoje, que não há lugar certo pra onde se queira ir. O melhor talvez seja aqui permanecer, pois se já sei que não vou encontrar o que quero, ao menos posso mudar um pouco da onde estou. Às vezes uma palavra ajuda, às vezes uma ação anima. Posso não saber para onde vou, mas se aqui eu permanecer a vida inteira, ao menos vou pintar cada dia de uma cor, e depois escrever sobre o tom a poesia que eu sinto, nem que seja pra saber amanhã o que hoje eu sou.



.
.

Nenhum comentário:

Curta