7 de maio de 2007

Jogada o vento V



Quando me banho
A água quente fica fria
Das horas que ali permaneço
Lembrando de um tempo passado.
Enrolo-me na toalha
E uma gota de água
Concedo deslizar em minhas costas
Na esperança que sigas
pingo por pingo e me encontres.
Pés descalços, vou até à varanda,
Onde o vento me abraça ao invés de ti
Debruço-me para ouvir a canção do mundo.
É esta canção que me diz que estou viva
E ela toca ainda que nós não dancemos colados.
O céu beijando o mar,
Meus olhos tocando a paisagem.
Eu sei,
Não te tenho,
Mas penso...
...Sim, eu penso em ti.


( Cáh Morandi ).

Nenhum comentário:

Curta