13 de maio de 2007

Grito Vasto



De joelhos
Eu olhei para cima
E chovia
E a lágrima
Corria
E eu gritei
Para a imensidão.
Não tinha retorno
Eu sabia que era vão.
Mas eu gritei
Molhada
Tremendo
E de pés no chão.
Corri até a grama
E gritei com tanta gana
Arrebentei o silêncio
Corrompi o espaço
E gritei.
GRITEI!
GRITEI!
GRITEI!
Ensurdecedor e vasto.
Sincero e devasso:
Meu amor por você.


.

.

Nenhum comentário:

Curta