21 de maio de 2007

Chegaste

Chegaste, isso é certo
Palavras serenas que te ouvi falar,
De mansinho, foi abrindo em meu coração
Um novo caminho, estreito, e sinuoso
Para deixar ali o teu encanto.
Chegaste, isso é certo
E outrora meu peito que era fechado
Aos poucos tem sido aberto
Vendo outra chance de algo bom provar.
Chegaste, isso é certo
E despertaste os sonhos que dormiam
Da areia fina da praia, das brancas vestes
E me deste a mão para ver o mar além dos muros
E por ali também te acordei do teu sono profundo.
Chegaste, e isso é certo
Fizeste meu sorriso brotar com doçura e leveza
E uma paz, que há tempos perdida, iluminou meu dia
Trouxeste de novo a alegria, que pensava não iria voltar.
Chegaste, isso é certo
Alimenta-te da poesia que te farei todo dia
E dormes em meu peito,
Onde agora é a casa que podes habitar.
Seremos companhia pra eternidade da vida
Se, de repente, o amor quiser chegar.


( Cáh Morandi )

Nenhum comentário:

Curta