20 de abril de 2007

Vagos Pensamentos de Sicilia



Não será a primeira vez, sem dúvida não será...
Terás muitas outras noites em que o sono não virá, e que ficarás lembrando de nós dois. Dos beijos, do amor, do sexo, do toque. Pensarás quantas vezes em meu vestido florido e de você desenhando meu corpo através dele ? E das tardes em que ficávamos exaustos de tanto nos entregar ? E dos filmes em que eu não parava de falar ?
Hoje ai, distante de mim, no escritório de teu trabalho, entre papéis e documentos, quando te desconcentras foi por pensar em um momento que tocava o telefone e seria eu, só pra dizer tudo bem, só pra dizer: Quando vens ?
Lembro até que sorrias quando eu olhava nos olhos teus. Até entendo e compreendo, mas tento não lembrar do adeus. Ainda dói-me. Provável que eu morra dessa dor.
Agora tenta dormir porque são horas, e já és livre, já não te incomodo mais. Mas quando quiseres de novo a paz ainda te esperarei de braços abertos. E que essa dor passe em mim e ti. E que o tempo tarde.E que o amor espere. E que teu medo acabe.


( Sicilia )



Sicilia é uma personagem ficticia, que fala de um amor real. Vez em quando ela aparecerá por aqui.

Nenhum comentário:

Curta