17 de abril de 2007



O sol hoje bateu mais forte em meu rosto. O vento jogou meu cabelo para o alto, e esses cachos que me dão um trabalho danado se desfazem dançando no ar. Estava calma, dirigindo na beira-mar. Mar Azul, é incrivel como o mar fica lindo no inicio do outono! O carro ia reto naquela rua, torto estava o caminho de meu coração. Ainda bate por uma mesma razão, por aquele mesmo homem...


É uma pena. Ele ainda bate.

Nenhum comentário:

Curta