4 de abril de 2007



O Amor alterado

( Dedicado a Rose AMO e seu amado )

Mudei minha concepção sobre o amor
Sim, mudei, mas somente nesse poema
Eu vi um amor que é mais bonito quando vivido
Amor que não usa de rima, mas combina
Amor que tem risos e companheirismo
O amor não sentimentalismo.
O amor em forma de pessoas.
Antes de sentido, amor que conversa.
Amor divertido, de ironias aceitas e compartilhadas.
Que lindo quando o amor é simples.
Quem dera que o amor fosse tão alegre todos os dias!
Quem dera, amigos, um amor tão companheiro!
E eu que era poetisa de um amor idealizado
O vi surgir num sábado engraçado
Me inspirando a escrever.
Que esse amor seja fiel e eterno
E preserve tanto riso e agrado
Do ser que se entrega tão simples ao outro amado.

( Cáh Morandi )

.
.

Nenhum comentário:

Curta