5 de abril de 2007

Mar em Mim

Em uma tarde que chovia água do céu
Também choveu lágrimas dos meus olhos.
O mar nasceu da chuva,
O amor nasceu da lágrima.
Inundou a rua de água.
Inundou meu ser de sentimento.
Horas chovia lá fora.
Chovia sempre aqui dentro.
Tinha o tamanho do oceano
Mas cabia tudo dentro do meu peito.
E esse tempo que só chove.
E se não chove, fecha.
E se não fecha, é noite.
Lembro-me do sol, às vezes.
Procurei estrelas, sem vê-las.
Mar.
O mar do amor em mim.

( Cáh Morandi )

Nenhum comentário:

Curta