24 de abril de 2007

Jogada ao vento



Peito aberto,
Sentimento incerto
Por ti ficou.
Já tive outros lábios
E foram menos amargos que os teus.
Descobri outras mãos tão quentes
Tiveram força mais latente
Do que quando me abraçou.
Não digo mais nada
Vou seguir minha estrada
Já que me deixaste sozinha.
E essa dor em meu coração
Um dia passa, um dia sara
A ferida que você causou.
O tempo passa, e é certo que acalma
Dentro de mim o teu amor.



Nenhum comentário:

Curta