5 de abril de 2007

Indo Embora



Tchau amor, to indo embora.
Vou-me embora de ti, vou-me embora da tua vida
...vou-me embora do teu coração!
Deixo-te estas palavras de adeus
e as chaves que te roubei para poder entrar no teu peito.
Desculpe se estraguei alguma coisa.
... se te pesei.
... se te cansei.
... se entrei sem pedir.
... se te amei.
Vai ser livre, em paz.
(como sempre fostes, mesmo comigo)
Agora, então, te deixo,
Receba um abraço sem fim
E um eterno beijo
De quem sempre te quis.
Mas não penses em voltar
Se por acaso não achar
Um amor tão puro e imenso quanto o meu.
Mas se não quiseres que eu me vá
Tente ainda hoje me falar
Que me amas para sempre.
Ai que sabe eu fique contente
E não precise partir,
No fundo sabes,meu amor
.... eu nunca quis ir.


( Cáh Morandi )

Nenhum comentário:

Curta